HISTÓRICO

No ano de 1982, durante uma Conferência Distrital do Distrito 4420 do Rotary International, realizada na cidade de Poços de Caldas, MG, alguns componentes do Rotary Club de Santo André-Sul aventaram a possibilidade do clube construir em seu território, ou seja, em sua região de atuação, na cidade de Santo André, uma creche para atendimento de crianças carentes, na faixa etária de 3 a 6 anos, executando assim uma de suas metas no que diz respeito à sociedade e na condição de clube de serviços.

Depois de muita demanda e negociações com os poderes públicos, finalmente o então prefeito de Santo André, Dr. Newton da Costa Brandão, assinou um decreto cedendo, em regime de comodato, um terreno situado entre duas edificações municipais, quais sejam, o Posto de Saúde e EMEIEF, situados na Estrada da Cata Preta, o que justificou o nome da entidade (“Creche da Cata Preta”).

Foram inúmeras as dificuldades para o início da construção, foi necessário um grande serviço de terraplanagem, já que o terreno tinha um aclive muito acentuado.

Com o propósito de se angariar fundos, foram feitas pelo Rotary Club de Santo André-Sul muitas promoções, entre elas, a participação em todas as feiras da FEASA (Federação das Entidades Assistenciais de Santo André), com o direito a uma porcentagem na arrecadação, o “Salão do Automóvel Antigo”, no antigo Parque Duque de Caxias (hoje Prefeito Celso Daniel), o “Carnaval do Chopp” no salão da Rhodia, vários “chás-desfile” no salão do Clube Atlético Aramaçan (gentilmente cedido sem ônus por sua diretoria para a realização desses eventos), várias “Noites da Pizza”, “Noites do Queijo e Vinho”, no salão do Clube dos Engenheiros, em Santo André, entre outros eventos beneficentes.

Na gestão de Rubens de Faria como presidente do R C de Santo André–Sul (período de julho/1986 a junho/1987) teve inicio a construção da Creche, que foi concluída, e a solenidade de inauguração ocorreu em 13 de outubro de 1988, sendo presidida pelo então Governador de Rotary (na época, distrito 461) Dante Amato.

A ASFAR (Associação de Famílias de Rotarianos do R C de Santo André–Sul) foi a primeira entidade responsável pela administração, funcionamento e manutenção da Creche da Cata Preta.

Com o passar dos anos, seu estatuto também foi mudado e atualizado, com sua conseqüente adaptação aos dias atuais.

Nos anos de 1998/1999 a Creche sofreu vários atos de vandalismo, sendo que no ano de 2000 ela foi totalmente reformada e ampliada. Para que isto ocorresse, foram feitos vários eventos para arrecadação de fundos e contamos também com a participação de vários colaboradores.

Atualmente a Creche atende 101 crianças na faixa etária de 11 meses a 5 anos e 10 meses, em período integral, dividida em grupos específicos:

Berçário II, Maternal I e Maternal II – Ciclo I
1ª Etapa e 2ª Etapa – Ciclo II